Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Quarta-feira, 16 Abril , 2008, 12:35

Nome Comum: Cagarraz ou Mergulhão-de-pescoço-preto
Nome Científico: Podiceps nigricollis
Nome em Inglês: Black-Necked Grebe

O último Aves em Portugal  data o dia 4 de Novembro de 2007, ou seja, mais de 5 meses se passaram desde a Ardeola ralloides ou Papa-Ratos. Volto com mais uma muito bonita: o Cagarraz. Pertence à Ordem dos Podicipediformi e à Família dos Podicipedidae.
Medindo entre 28 a 34cm de comprimento este mergulhão é um dos cinco mergulhões que ocorrem na Europa.
  • Megulhão-de-crista - Podiceps cristatus
  • Mergulhão-de-pescoço-ruivo - Podiceps griseigena
  • Cagarraz - Podiceps nigricollis
  • Fundujo - Podiceps ruficollis
  • Megulhão-esclavão - Podiceps auritus
Têm corpo semelhante ao dos patos, as pernas recuadas e membranas nos dedos o que facilita a natação. São excelentes mergulhadores mas desajeitados em terra firme. Caracterizada por, no Verão, possuir a cabeça e pescoço preto e um conjunto de penas amarelas logo atrás dos olhos. No Inverno, esta ave é branca com um capucho preto pouco definido.
Esta espécie reproduz-se em áreas com vegetação junto a lagos de água doce ao longo da Europa, Ásia, África, no Norte da América do Sul e a Oeste e Este dos Estados Unidos da América. Passa o Inverno em zonas de Estuário.
Em Portugal ocorre principalmente no Inverno. O Estuário do Sado é o local mais importante para a invernada desta espécie. A sua nidificação em Portugal nunca foi confirmada, mas existem observações esporádicas durante a época de reprodução, tanto no Alentejo como no Algarve.
Têm em Portugal o nome de mergulhões e conhecem-se cerca de 25 espécies espalhadas, pelas regiões temperadas. Os ninhos são construídos em colónias ou em separado, são flutuantes, feitos de ervas, juncos e caniços.
Os filhotes são capazes de nadar desde que saem do ovo.

A sua alimentação é principalmente composta por insectos, mas também reparte alguma da sua dieta por pequenos crustáceos, pequenos peixes, moluscos, sanguessugas e anfíbios.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Abril 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
17
19

23
24
25

29


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO