Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Sexta-feira, 08 Agosto , 2008, 13:06

Nome comum: Priolo

Nome científico: Pyrrhula murina

 

O Priolo, um passeriforme do género Pyrrhula, tem uma distribuição predominantemente asiática. O único representante continental europeu é a espécie Pyrrhula pyrrhula. Relativamente a esta espécie da Europa Ocidental, as aves do Açores, Pyrrhula murina, apresentam três diferenças fundamentais: são maiores; as coberturas sob as asas e a parte superior da cauda são acastanhados e não brancas; em termos de plumagem os sexos não apresentam dimorfismo sexual evidente. A população actual está limitada a fragmentos de vegetação nativa ainda existentes, na zona este da Ilha de S. Miguel nos Açores.

 

É uma espécie de ave endémica (exclusiva de uma zona/região/país) da Ilha de S. Miguel, mais especificamente da zona montanhosa localizada a leste desta ilha, que abrange os concelhos do Nordeste e da Povoação.
 

Ocorre quase exclusivamente em fragmentos de floresta laurissilva na zona este de S. Miguel, podendo ser observado em determinados pontos de acesso a estes fragmentos: Miradouro da Tronqueira, Malhada, Pico Bartolomeu, Salto de Cavalo e sopé do Pico da Vara. Durante o Inverno deslocam-se parcialmente para zonas de menor altitude, menos sujeitas à força das intempéries.

 

A dieta do Priolo tem como base diversos tipos de vegetação e varia mensalmente conforme novas plantas vão florindo e produzindo sementes. Sete tipos de alimentos são consumidos ao longo do ano: sementes de herbáceas, invertebrados, sementes de arbustos (bagas), sementes de árvores, esporângios e frondes (fetos), musgo e, finalmente, botões florais.
 

Tanto as áreas onde o Priolo praticamente não ocorre, bem como aquelas onde ocorre, estão a ser rapidamente invadidas por Clethra arborea, Incenso e Conteira. A floresta está a sofrer transformações rápidas e a maior parte das plantas exóticas infestantes influenciam negativamente a espécie. O Priolo encontra-se entre as primeiras espécies mais ameaçadas na União Europeia e é actualmente o passeriiforme mais ameaçado da Europa.

O Priolo é uma espécie protegida pela Directiva Europeia das Aves e encontra-se incluída em várias listas de animais ameaçados, quer ao nível nacional (Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal), quer ao nível internacional (IUCN Red List of Threatened Animals), razão pela qual foi criada a Zona de Protecção Especial (ZPE) Pico da Vara / Ribeira do Guilherme (Sítio da Rede Natura 2000), que abrange toda a área de distribuição da espécie, visando assim a sua protecção e conservação. A BirdLife International classifica o Priolo como uma das 25 espécies que precisam de medidas urgentes de conservação na Europa, tendo o estatuto de conservação mais elevado atribuído por esta organização: SPEC - Espécie com Conservação Preocupante na Europaameaçada globalmente.

(fonte)


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Agosto 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9


23


31


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO