Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Domingo, 14 Dezembro , 2008, 23:23

0 - 2

E foi assim.

Este tipo de resultados também calha aos grandes. O nosso glorioso perdeu em casa, frente ao C.F.Belenenses, na abertura (antecipada) da 3ª fase da Taça da Liga. No jogo entre o emblema que se encontra em primeiro lugar na Liga Vitális e o que se encontra na última posição da Liga Sagres, o "laterna vermelha" levou a melhor, ocupando assim o primeiro lugar do grupo C.

Os comandados de Jaime Pacheco não só quebraram um ciclo negativo de três derrotas consecutivas, todas em jogos da liga principal, como impôs o primeiro desaire caseiro da época aos rubronegros.

O conjunto de Olhão esteve melhor na primeira metade mas a maior posse de bola não gerou ocasiões, enquanto os “azuis” melhoraram após o intervalo, marcando nos momentos fulcrais da partida.

Um golo anulado a Djalmir por fora-de-jogo, no desvio de cabeça a um remate de Rui Duarte, logo aos 5', foi o primeiro momento de emoção da partida, num arranque muito fraco.

As coordenadas de jogo mudaram na segunda parte. Os forasteiros cresceram e, aos poucos, fazendo valer a maior qualidade individual de alguns dos seus elementos, começaram a assumir o controlo da partida, ante um meio-campo rubronegro sem “chama”.

O S.C.Olhanense até ameaçou primeiro – aos 58’, Djalmir, sem oposição na grande área, falhou o cabeceamento – mas foi o C.F.Belenenses a abrir a contagem, com José Pedro a servir Vinicius e este a concluir um contra-ataque rápido.

Só nos últimos minutos, quando o mister Jorge Costa tirou um central e meteu Moses, passando a jogar com três defesas, é que o S.C.Olhanense empurrou os lisboetas para a sua área, com alguns minutos de grande pressão.

Djalmir e Toy falharam em duas ocasiões registadas no mesmo minuto (87) e, aos 90', com a equipa de Olhão completamente apostada no ataque, o C.F.Belenenses aproveitou para, em novo golpe rápido, selar o resultado final, com golo de Wender.

A equipa de arbitragem prejudicou os locais em alguns lances, tanto a nível técnico como disciplinar. Os locais queixaram-se ainda de duas alegadas grandes penalidades, sobre Djalmir e Moses.


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Dezembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9


23

30
31


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO