Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Terça-feira, 10 Março , 2009, 23:27

2 - 0

Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão

Assistência: Cerca de 2.500 espectadores.

Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa)

Ao intervalo: 0-0

Marcadores: 1-0, Djalmir (66 minutos); 2-0, André Carvalho (76, na própria baliza)

Olhanense: Bruno Veríssimo, João Gonçalves, Marco Couto, Anselmo, Stéphane, Edson (Guga, 21), Castro, Messi (Bruno Mestre, 72), Ukra, Djalmir (João Paulo, 85) e Toy.

D. Aves: Rui Faria, Tiago Valente, Sérgio Carvalho, Sérgio Nunes (Leandro, 73), Pedro Geraldo, Romeu Ribeiro, André Carvalho, Sami, Vinicius (Ricardo Nascimento, 64), Luciano (Octávio, 59) e Romeu Torres.

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Guga (35), Romeu Ribeiro (40), Vinicius (41), Luciano (54), e Bruno Mestre (79). Cartão vermelho directo para Ricardo Nascimento (79).

 

O S.C.Olhanense atingiu, neste passado domingo, a terceira vitória consecutiva, ao derrotar o Desportivo de Aves por duas bolas a zero. O jogo realizado contava para a 21ª jornada da Liga Vitális.

A equipa de Olhão teve um início de grande qualidade. O Desportivo de Aves não conseguiu dar resposta ao fulgor olhanense ficando resumido inicialmente á sua área.

A primeira situação de perigo sairam dos pés de Messi, aos 5', seguido de Toy aos 9' e novamente Messi aos 10'. Logo aos 16', Ukra rematou por cima, após defesa para a frente de Rui Faria.

Até ao final da primeira parte, apenas se pode referir um falhanço escandaloso de Toy, aos 28', a rematar ao lado numa jogada onde seguia isolado.

Na segunda parte, o Desportivo de Aves mostrou-se mais atacante, mas foi aos 66' que o S.C.Olhanense acabou inaugurar o marcador. Djalmir, marcou o seu 15º golo na liga Vitális, de cabeça após um centro de João Gonçalves.

A equipa da casa voltou então a dominar o jogo, chegando sem surpresas, ao segundo golo. André Carvalho marcou na própria baliza, aos 76', ao tentar cortar um centro de Bruno Mestre.

O jogo não acabou sem antes ocorrer a expulsão de Ricardo Nascimento, que tinha agredido Bruno Mestre com um pontapé, após uma entrada dura do mesmo.

Em superioridade numérica, os pupilos do mister Jorge Costa controlaram o jogo nos últimos minutos, com Toy a falhar, nos descontos, a oportunidade de ampliar a vantagem.

Com a sétima vitória caseira, o Olhanense confirmou o primeiro lugar, após  a derrota do Santa Clara frente ao Gil Vicente e, mais importante, aumentou a vantagem sobre o terceiro colocado.


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
20
21

23
24
25
27

29
30
31


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO