Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Sexta-feira, 20 Julho , 2007, 22:10

Nome comum: Bico-de-lacre comum

Nome Científico: Estrilda astrild

Nome em inglês: Common Waxbill

Pertencente à família Estrildidae esta ave de, aproximadamente 10 centímetros, é considerada uma das mais numerosas espécies de pássaros no planeta. É uma espécie originária da África, sendo introduzida em Portugal em 1964.

Apresenta uma cor cinzenta ou acastanhada, com o bico vermelho-vivo e com uma marca nos olhos também vermelha. É extremamente dificil determinar o género destas aves à vista desarmada. As marcas do macho apresentam, muitas vezes, um maior contraste e umacoloração no peito mais intensa. No entanto isto não constitui uma garantia segura. A exibição do macho é o único sinal seguro.

É uma espécie essencialmente granívora, consumindo muito raramente insectos. Esta ave encontra-se associada a uma grande variedade de meios, que vão desde habitats associados a zonas húmidas, como caniçais e outra vegetação que bordeja as linhas de água, assim como a arrozais e outros meios agrícolas. Provavelmente, a sua facilidade de adaptação a diferentes habitats, foi um dos factores mais importantes para o sucesso da sua introdução no nosso país.

Em Portugal nidifica praticamente ao longo do ano todo, excepto nos meses mais frios, o que também terá contribuido para o rápido sucesso da sua expansão. Tem várias posturas anuais, normalmente constituida por 4-6 ovos, brancos, e o periodo de incubação situa-se entre os 11 e os 12 dias. Os juvenis permanecem no ninho entre 17 a 21 dias. As crias são distaintas dos adultos pois apresentam uma plumagem incompleta e o bico preto.

Apenas como curiosidades...em Portugal esta ave expandiu-se mais rapidamente para o norte (cerca de 13km/ano) do que para o sul (6km/ano) a partir da área de introdução, e um dos locais de melhor observação situa-se no Algarve, na Ria Formosa.

Quase todas as informações foram retiradas daqui...


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9


23
24
25

29
31


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds