Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Segunda-feira, 16 Março , 2009, 15:48

 4 - 0

Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão

Assistência: Cerca de 5.000 espectadores

Árbitro: Pedro Proença 

S.C.Olhanense: Bruno Veríssimo, João Gonçalves (Bruno Mestre, 63'), Marco  Couto, Anselmo, Stéphane, Rui Baião (Guga, 69'), Castro, Messi, Ukra, Djalmir  e Toy (João Paulo, 71'). 

Portimonense S.C.: Alê, Ricardo Pessoa, Leo Tambussi, Heslley, Anilton,  Nuno Coelho, Diogo (Henrique, 70'), Narcisse, Vasco Matos (Nilson, 86'), Gonzalo (Raphael Freitas, 26') e Hugo Santos.      

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Vasco Matos (45') e Messi (54').  Cartão vermelho directo para Leo Tambussi (4').

 

Espectáculo!!!

É a única palavra que consigo arranjar para descrever o jogo de ontem! O S.C.Olhanense justificou ontem o porquê de ser o orgulho do Algarve.
Com esta goleada ao Portimonense S.C. por quatro bolas a zero, o clube de Olhão manteve a primeira posição da Liga Vitális, á 22ª jornada.
Perante uma casa cheia de adeptos (mais de 5000 adeptos) e perante uma "invasão" barlaventista, o artilheiro-mor/imperador do S.C.Olhanense, Djalmir, marcou um belo hat-trick, dando uma vitória em casa do dérbi que fugia á três épocas.
Foi logo aos 4' de jogo, que ficou visível o destino que o jogo teria. Messi isola Djalmir, e este acaba por ser carregado em falta na grande área por Tambussi. Com a expulsão de jogador e com o golo marcado de grande penalidade, o S.C.Olhanense impôs logo de início o seu domínio.
Aos 23', o resultado voltou a dilatar-se, novamente por Djalmir, de cabeça, ao finalizar uma jogada de génio de Ukra pela direita.
Já com uma vantagem algo segura, o jogo acalmou, mas a eficácia da equipa comandada pelo mister Jorge Costa falou mais alto. Djalmir, novamente, a marcar de recarga, após um bom remate de Messi e uma defesa incompleta de Alê, e a fazer assim o seu hat-trick.
O resultado não se alterou até ao fim da primeira parte.
Na segunda parte, o S.C.Olhanense geriu o resultado controlando as efémeras tentativas do Portimonense S.C. de chegar á baliza. Mesmo ao ritmo que se jogou, coube á equipa da casa as melhores ocasiões de golo, por Toy (53') e João Paulo (80', 85' e 92').

Mas o jogo não acabou sem o glorioso dar a sua machadada final ao seu rival pelos pés de João Paulo. O avançado brasileiro marcou, já nos descontos (93'), após um centro de Bruno Mestre.
Com este resultado, o Portimonense S.C. mantém a 13ª posição, aproximando-se assim das posições do fundo da tabela, e o S.C.Olhanense abre cada vez mais as portas a uma subida ao escalão principal do futebol nacional.

Deixo já de seguida o vídeo dos golos do dérbi:

 


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
20
21

23
24
25
27

29
30
31


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds