Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Sábado, 04 Fevereiro , 2012, 19:08

Hoje pelas 18h vi uma Coruja-do-Nabal (Asio flammeus) nas salinas da Fuseta (localização aqui).

 

 

Esta espécie apresenta um estatuto de conservação em Portugal de Em Perigo e em Espanha de Quase Ameaçado, contudo a nível global apresenta um estatuto de Pouco Preocupante.

 

É uma espécie invernante ocorrendo principalmente entre Novembro e Março. Em Portugal, esta espécie ocorre por todo o território continental em baixas densidades e de forma algo localizada, conhecendo-se alguns locais tradicionais de ocorrência, omeadamente zonas estuarinas onde se verifica a sua ocorrência associada a sapais e a salinas, registando-se a sua presença também em certos locais do interior, como por exemplo, Moura (Elias et al. 1998). De acordo com Tomé et al. (1994) o estuário do Sado deve ser um dos principais locais de invernada. (Fonte)

 

Em Portugal é considerada como rara ou pouco comum (Tomé et al. 1994), sendo escassa a informação sobre o seu efectivo populacional, admitindo-se que esteja entre os 50 – 250 indivíduos (Almeida et al. in Cabral et al. 2005). (Fonte)

 

Esta coruja é a ave do grupo dos Stringidae (rapinas nocturnas) que possui hábitos mais diurnos. A coruja-do-nabal é pouco comum e tem uma distribuição muito localizada. A sua abundância está dependente da disponibilidade de roedores para alimentação, pelo que podemos encontrar anos em que a espécie é bastante rara, e outros em que se torna mais frequente, sem nunca deixar de ocorrer em baixos números. No nosso território, é uma ave invernante, que pode ser observada entre Outubro e Março, geralmente nas imediações de zonas húmidas. Por vezes as corujas-do-nabal agrupam-se em pequenos bandos. (Fonte)

 

Mais informações sobre esta espécie aqui.


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds