Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Segunda-feira, 09 Julho , 2007, 00:09

Nome comum: Cegonha-branca

Nome científico: Ciconia ciconia

Nome em inglês: White Stork

Para este segundo post sobre as aves que passam pelo nosso território escolhi uma ave muito característica da minha região. Na minha cidade, Olhão, elas "dominam" todas as chaminés das antigas fábricas que operavam. Estou-me a referir à famosa Cegonha-branca.

Pertence à família Ciconiidae. É uma ave de grande porte, chegando a medir 125cm, a pesar aproximadamente 5Kg e a medir 2 metros de largura com as asas abertas. Distribui-se pela Europa Continental, Médio Oriente, Norte de Àfrica e Africa do Sul. A cegonha é toda branca à excepção das penas das asas que são pretas e, do bico e das pernas que são avermelhadas. As cegonhas costumam ser aves estivais, ou seja, apenas aparecem em certas alturas do ano, andando o resto em migrações, mas têm se tornado residentes no sul devido, talvez, às mudanças climáticas globais. A sua alimentação é muito variada, baseando-se essencialmente em pequenos animais (insectos, peixes, pequenos mamíferos e anfíbios) que são capturados vivos. A sua época de reprodução situa-se entre Março e principios de Abril, apenas com uma postura anual, composta normalmente por três a cinco ovos, com 29 a 30 dias de incubação. Os seus rituais de acasalamento são muito elaborados, sendo mais característico o bater ruidoso com o bico inclinado para trás. 

No nosso País a Cegonha branca é tradicionalmente respeitada e acarinhada pelas populações, onde possui um estatuto de conservação "pouco preocupante". Apesar disso, ocasionalmente ainda se verificam alguns casos de aves abatidas. A principal causa de mortalidade em Portugal deverá ser no entanto a electrocução em linhas de média e alta tensão. A contaminação com pesticidas, especialmente em zonas de arrozal, e o derrube de ninhos poderão constituir ameaças potenciais.


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9


23
24
25

29
31


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO