Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Quarta-feira, 18 Julho , 2007, 16:09

Volto novamente ao post Aves em Portugal, desta vez com uma das aves mais conhecidas em Portugal, o pardal-comum (Passer domesticus).

(@Filipe Caetano 2007)

Nome comum: Pardal-comum

Nome científico: Passer domesticus

Nome em inglês: House Sparrow

Pertencente à família Passeridae, mede entre 14 e 15 cm, e é uma ave que se adaptou muito bem aos ambientes citadinos e à presença humana, sendo actualmente a ave com maior distribuição geográfica. Encontra-se em todos os locais habitados por pessoas, no campo ou na cidade. A sua dieta é à base de insectos, sementes e restos de comida.

O macho distingue-se da fémea por este apresentar uma coroa escura e um bibe preto que se alarga no peito, enquanto que a fémea costuma ser mais clara. O seu ninho, construido nas fendas de edifícios e nas árvores, costuma ser esférico com uma entrada lateral, construida à base de capins, algodão e outras fibras. Também é costume vê-los a usar ninhos de outras aves (que preguiçosos hein?).

Os ovos do pardal são manchados, e a fémea costuma pôr e incubar entre 3 a 5 ovos por postura, levando cerca de 14 dias de incubação. Os filhotes são alimentados com pequenos artrópodes e abandonam o ninho com cerca de 10 dias de idade, costumando voltar ao ninho para nele dormirem, durante algum tempo.

Em algumas zonas da Europa, a sua população está a diminuir drasticamente, chegando a estarem em perigo na Holanda. Entre as causas desta diminuição da população de pardais encontramos a diminuição na construção de casas com telhado, ou então com nenhum espaço para os pardais construirem os seus ninhos; alterações na jardinagem acabando com os sitios de construção de ninhos e a utilização excessiva de pesticidas diminuem as populações de insectos, impedindo assim os pardais de se alimentarem.


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Julho 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9


23
24
25

29
31


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds