Blog de um algarvio, nascido e criado em Olhão, orgulhoso da sua terra, adepto fervoroso do S.C.Olhanense, licenciado em Biologia pela Universidade do Algarve, e mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora.
publicado por Ventura | Domingo, 21 Junho , 2009, 23:09

Já foi apresentado a primeira contratação do glorioso de Olhão para a próxima época. É um defesa-esquerdo, formado no Sporting C.P., que já jogou em terras algarvias, com a camisola do Farense, e passou pelo  Campomaiorense, Braga, Belenenses e Marítimo, clube este onde jogou na época passada. Chama-se Carlos Fernandes, tem 31 anos, e vem tapar uma lacuna que o clube tinha desde a última época. Assinou por 2 épocas.

"Estou muito feliz pelo regresso à região. É uma excelente oportunidade de me juntar a um clube que é, neste momento, o grande símbolo do Algarve", salientou Carlos Fernandes, durante a conferência de imprensa da sua apresentação.

Na apresentação, o presidente do S.C.Olhanense, Isidoro Sousa, considerou Carlos Fernandes uma mais-valia, que vai "ao encontro do que o treinador pretende, dar mais experiência ao sector defensivo".

(Carlos Fernandes protegendo a bola, pressionado pelo Nuno Gomes - Via Público)


publicado por Ventura | Quarta-feira, 27 Maio , 2009, 15:55

Segundo o Professor Steven Chu, Nobel da Física em 1997, e actualmente Secretário da Energia nos E.U.A., clarear as superfícies e telhados dos edifícios poderá ser uma das soluções a pôr em prática para combater o Aquecimento Global.

Esta idéia tem como base o facto das superfícies claras reflectirem até 80% da luz, ao invés das cores escuras apenas reflectirem até 20%. Além da energia que seria enviada de novo para o espaço, o simples facto de reflectir a energia ajudará a manter a temperatura fresca sem usar o ar condicionado.

Há muito que Olhão segue esta idéia, sendo característico as suas casas com devida açoteia, caiados de branco!


publicado por Ventura | Segunda-feira, 25 Maio , 2009, 14:34

1 - 0


S.C.OLHANENSE - Bruno Veríssimo (Ricardo Ferreira, 21'), Bruno Mestre, Marco Couto, Anselmo, Steven Vitória (Paulo Renato, 60'), Rui Baião, Castro, Rui Duarte (Dani, 71'), Ukra, João Paulo e Toy. 

GIL VICENTE - Marco (Rui Sacramento, 38'), Paulo Arantes, Pedro Ribeiro, Diego Gaúcho, João Pedro, Leonel Olímpio, João Coimbra (Bruno Filipe, 78'), Igor Souza, Kalaba, Zequinha (Hugo Monteiro, 46') e Hermes. 

Acção disciplinar: Cartão amarelo a Toy (15'), Steven Vitória (41') e Rui Duarte (66'). 

 

E nada melhor que acabar esta magnífica época, cheia de alegrias, com uma vitória em casa, num estádio com cerca de 9000 pessoas a apoiarem o campeão da Liga Vitális 2008/09.

Foi um jogo para cumprir calendário, uma vez que o clube de Olhão já tinha garantido a 1ª posição na Liga na jornada passada na casa do Gondomar.

Os jogadores da casa entraram em campo, com uma grande ovação do público presente, e pintados com as cores do clube.

A equipa da casa, sem nada a perder, entrou em jogo descontraído, permitindo ao adversário criar algumas oportunidades de perigo. Mas foi esta descontracção que também deu origem ao único golo da partida, aos 17', pelos pés de João Paulo.

O maior domínio do jogo foi da equipa gilista, desperdiçando inúmeras jogadas de perigo, mas o resultado não se alterou e foi as gentes de Olhão a continuarem a festa dentro e fora do Estádio José Arcanjo.

Embora quase lotado (faltava ainda alguns lugares na bancada norte, atrás da baliza),,já tinha visto o Estádio mais cheio. Corria a época 1995/96, quando o Sporting C.P. veio jogar a Olhão, pela taça de Portugal, saindo de cá com uma vitória algo duvidosa. Mas nunca tinha visto tanta gente a apoiar um único clube. E que espectáculo.

Uma cidade de pescadores que apoia o seu clube, e que há muito que merecia um lugar nos patamares principais do futebol português.

 

Um grande OBRIGADO a todos os jogadores pelos espectáculos e alegrias proporcionados, ao mestre Jorge Costa que rumou este barco em direcção à Liga Sagres e à direcção do clube pelo juízo que teve não entrando em loucuras.

 

Agora que venha a Liga Sagres!!!

 

SOMOS NÓS, SOMOS NÓS!

O ORGULHO DO ALGARVE SOMOS NÓS!


publicado por Ventura | Segunda-feira, 11 Maio , 2009, 15:24

 1 - 0

Estádio José Arcanjo, em Olhão
Assistência
: Cerca de 8 mil espectadores
Árbitro: Pedro Proença (Lisboa). Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Mestre (23 e 75), Hernâni Tomás (36), Ruy Netto (63), Rui Ferreira (63), Toy (65), Rui Duarte (67), Nuno Santos (68), João Botelho (82) e Stopira (93). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Bruno Mestre (75)
Ao intervalo: 0-0
Marcador: 1-0, Djalmir, 86 minutos, de grande penalidade

Olhanense: Bruno Veríssimo, Bruno Mestre, Marco Couto, Anselmo, Stéphane, Castro, Guga (Rui Baião, 77), Rui Duarte, Ukra (Messi, 46), Djalmir e Toy (João Paulo, 80)
Suplentes: Ricardo Ferreira, Paulo Renato, Edson, Rui Baião, Messi, André Carvalhas e João Paulo

Santa Clara: João Botelho, Hernƒni Tomás, Wellington, João Dias, Stopira, Pacheco, Rui Ferreira (Fofana, 87), Ruy Netto (Oliveira, 71), Nuno Santos, Vouho e Hernƒni Borges (Rincon, 52)
Suplentes: Alemão, Danilo, Rincon, Nuno Sociedade, Neto, Fofana e Oliveira 

Ai que é desta! Mais 3 pontinhos e já está!

O S.C.Olhanense garantiu ontem três dos seis pontos que necessita para passar à Liga Sagres, ao ganhar por uma bola a zero o Santa Clara, segundo classificado!

No tão aguardado jogo em que se defrontavam o primeiro e segundo classificado, o Estádio José Arcanjo recebeu uma das maiores enchentes de sempre (se não contarmos com a do jogo frente so Sporting C.P. acredito que tenha sido a maior), com mais de 8000 pessoas.

Num jogo que começou muito fraquinho, talvez devido à importância que o jogo tinha, os únicos lances de perigo surgiram por lances de bola parada ou por erros defensivos. Hernani Borges, aos 21', foi o primeiro a chegar à baliza após um livre, seguido de Rui Duarte, 4' depois, após um falhanço de João Dias. Até ao resultado não se verificou muito mais.

A segunda parte começou como a primeira, com os ilhéus a terem mais controlo de bola. Mas pouco se viu, apenas com, novamente, Hernani a cabecear a bola que acabou por ser defendida pelo Bruno Veríssimo, aos 53'. 22' depois, Bruno Mestre, por acumulação de amarelos, foi expulso e deixou a equipa de Olhão em desvantagem.

Embora a jogar com 10 jogadores, foi o glorioso de Olhão que acabou por abrir o marcador, aos 86', pelos pezinhos de Djalmir, após a marcação de uma grande penalidade.

Com a batata quente nas mãos, o Santa Clara correu atrás do prejuízo com uma maior pressão, que acabou por ser contida pelos defesas algarvios. O resultado acabou por não se alterar até ao final do jogo.

Cerca de 8 mil pessoas, entre as quais um espectador especial, o treinador do Vitória de Guimarães, Manuel Cajuda, natural de Olhão, vibraram com o triunfo dos algarvios, mas viram um jogo pobre em termos técnicos.

O Olhanense jogou com menos um jogador desde os 74 minutos, por expulsão de Bruno Mestre, e o árbitro do encontro, Pedro Proença, aos 81 minutos assinalou uma grande penalidade duvidosa, por falta do guarda-redes João Botelho, que originou o único golo do encontro por intermédio de Djalmir (85'), que reforçou a liderança na lista dos melhores marcadores, agora com 20 tentos.

Com esta vitória, a turma do mister Jorge Costa garante a manutenção da liderança da Liga Vitális, com uma vantagem de três pontos do segundo classificado. Embora tenha perdido o jogo, o Santa Clara permanece na segunda posição, à frente da União de Leiria que perdeu em Oliveira de Azeméis (temos pena...). 

 


publicado por Ventura | Terça-feira, 28 Abril , 2009, 18:10

5 - 0

Estádio José Arcanjo, em Olhão.
Assistência
: Cerca de 4.000 espectadores.
Árbitro: Cosme Machado (Braga). Acção disciplinar: Cartão amarelo para Cuco (14), Bruno Ferraz (38), Rui Duarte (39), Nelson (43 e 44) e Djalmir (80). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Nelson (44).
Ao intervalo: 4-0.
Marcadores: 1-0, Ukra 8'. 2-0, Rui Duarte 15 (gp). 3-0, Toy 24. 4-0, Djalmir 43. 5-0, João Paulo 69.

Olhanense: Bruno Veríssimo, João Gonçalves (Bruno Mestre, 24), Marco Couto, Anselmo, Stéphane, Rui Duarte (Guga, 52), Castro, Messi (João Paulo, 65), Ukra, Djalmir e Toy.
Suplentes: Ricardo Ferreira, Rui Baião, Steven Vitória, André Carvalhas, Bruno Mestre, João Paulo e Guga.

Feirense: Tó Figueira, Rui Jorge, Luís Pedro, Bruno Ferraz (Kika, 46), Nelson, Tarcísio, Filipe, Cuco, Bertinho, Bock (Alex Júnior, 46) e Raviola (Cascavel, 70).
Suplentes: Avelino, Barbosa, Alex Júnior, Kika, Brandão, Cascavel e Gustavo.

 

Avassalador! É a palavra que encontro para descrever os cinco a zero do último jogo que o S.C.Olhanense realizou, a contar para a 26ª jornada da Liga Vitális, frente ao S.C.Freamunde. E com esta chapa 5, voltamos à liderança, estabelecendo também a maior goleada da prova.

Na primeira parte, quatro oportunidades, quatro golos. Foi com uma eficácia de 100% que a equipa de Olhão se adiantou no resultado, e quase que deu por definido o resultado.

Logo aos 8', Ukra (talvez pensando que era o C.R., e ainda bem que pensou!) rematou a 25 metros da baliza e abriu o marcador. O Freamunde dispôs de duas oportunidades após o golo mas falhou-as todas.

Aos 15', na marcação de uma grande penalidade após mão de Cuco, Rui Duarte aumentou a vantagem.

Aos 24' e aos 43', a dupla Djalmir-Toy acabou por sentenciar o resultado da primeira parte. Primeiramente por Toy, que servido por Djalmir, ultrapassa o Tó Figueira, e marca de um ângulo muito apertado. Para agradecer o golo, Toy, numa arrancada de génio e passando por quatro jogadores (sim, parecia uma auto-estrada), em cima do guardião do Freamunde, serve a bola ao artilheiro-mor do S.C.Olhanense que, sem pressa, encontra para o interior da baliza adversária.

Djalmir marca o seu 19º golo nesta temporada e mantém-se na liderança dos marcadores da Liga de Honra!!!

Ainda antes do intervalo, para desgraça dos visitantes, Nélson é expulso, após a acumulação de amarelos, no espaço de 1'.

Na segunda parte, com uma vantagem de quatro golos e a jogar contra 10 jogadores, o S.C.Olhanense abrandou o seu jogo e geriu o resultado. Mesmo assim ainda teve várias oportunidades em que poderia ter aumentado o resultado para uma vitória ainda mais alargada. O jogo não acabou sem antes João Paulo, de cabeça e após um cruzamento de Bruno Mestre, a fechar o resultado de 5-0.

O S.C.Olhanense chega assim ao primeiro lugar, a aproveitar a derrota do Santa Clara frente ao Boavista por 3-1. A União de Leiria continua a morder os calcanhares do segundo classificado, após ter ganho, por 2-0, na casa do Desportivo de Aves.

Este resultado da equipa de Olhão é mais um degrau na subida à liga de futebol principal e, se o menino dos olhos grandes quiser, a vitória na próxima ronda, frente à União de Leiria, será o degrau final que confirmará o patamar tão desejado.


publicado por Ventura | Segunda-feira, 13 Abril , 2009, 23:41

2 - 1

Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão

Árbitro: Artur Soares Dias

Assistência: Cerca de 5.000 espectadores

 

Olhanense: Bruno Veríssimo, João Gonçalves, Marco Couto, Anselmo,  Stéphane, Rui Baião, Castro (Messi, 74), Rui Duarte, Ukra (André Carvalhas,  92), Djalmir e Toy (Bruno Mestre, 85).         

 

Feirense: Helder Godinho, Marco Cadete, Mamadi Baldé, Luciano, Serginho  (Tércio, 80), Tales (Vitinha, 37), Leandro Perez (Diogo Cunha, 56), Gagi,  Jorge Leitão, Adilson e Helder Castro.         

 

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Luciano (09), Gagi (21 e 90+5),  Vitinha (45+3), João Gonçalves (65), Diogo Cunha (93) e Helder Godinho (95). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Gagi (90+5).

 

Mais um degrau que o glorioso de Olhão cimentou na escadaria que dá acesso à Liga Sagres. Desta vez, com uma vitória de 2-1, em pleno Estádio José Arcanjo, frente ao Feirense, num encontro a contar para a 24ª jornada da Liga Vitális.

Num jogo em que foi o justo vencedor, o S.C.Olhanense começou melhor. Demolidor, e com o Feirense a não conseguir respirar com as várias jogadas de perigo logo nos primeiros 10' de jogo.

E foi logo aos 11' que a equipa da casa se adiantou no resultado. Ukra, na marcação de um livre directo, logo à entrada da grande área feirense, a marcar através de um remate algo "frouxo", mas suficiente para ultrapassar Hélder Godinho.

A equipa de Olhão continou a pressionar a equipa adversária durante mais 10'. Aos 22'  Djalmir teve a oportunidade de aumentar a vantagem, após a marcação de um penalty a punir mão de Gagi, mas acabou por mandar a bola para a cegonha.

O jogo não se alterou até ao final da primeira parte.

Na segunda parte, coube a Djalmir falhar, logo aos 47', um cabeceamento após um centro de Stéphane.

A jogo começou a ficar mais morno com um Feirense a conseguir equilibrar o jogo, mas foi a equipa da casa que aumentou a vantagem para 2-0, através de um cabeceamento de Toy, após um canto marcado por Rui Duarte.

O Feirense acabou por conseguir diminuir a desvantagem ao marcar 6' depois, através de um cabeceamento de Luciano.

Com uma diferença de apenas um golo, o Feirense procurou ainda o empate, com várias situações de perigo, mas o S.C.Olhanense conseguiu manter a vantagem até ao final do encontro.

Com esta vitória sobre um dos seus adversários directos pela subida, o S.C.Olhanense conseguiu manter a liderança da prova, em igualdade de pontos (45) com o Santa Clara  (que ganhou por 1-2 na casa do Vizela) e a 6 pontos de vantagem sobre o 3º lugar, ocupado agora pela União de Leiria (35).


publicado por Ventura | Sábado, 04 Abril , 2009, 12:59

Olhão vai ser palco, pela 12ª vez, da tradicional "Vila de Amêijoas". Este evento gastronómico, organizada pela Formosa (Cooperativa de Viveiristas da Ria Formosa) e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Olhão, vai decorrer no próximo fim de semana, de 9 a 12 de Abril, no Jardim Pescador Olhanense.

Durante este periodo, os visitantes poderão apreciar, entre outras iguarias, a forma peculiar de confeccionar uma das espécies de bivalves da Ria Formosa mais famosa no Mundo, a amêijoa.

Vai-se recordar a tradição dos pescadores olhanense que, em tempos idos, cozinhavam as amêijoas na pedra.

Estas são dispostas com a boca para baixo, numa chapa ou laje, que tem no centro uma pedra, à volta da qual se vão encostando os bivalves, um a um, fazendo circunferências de dentro para fora. São depois cobertas com caruma dos pinheiros, que se deixa arder. A amêijoa abre com o calor, saindo do seu interior a água que permite perceber que o alimento está cozinhado.

Este evento vai decorrer nos seguintes horários:

  • 9 de Abril, das 17h00 às 24h00
  • 10, 11 e 12 de Abril, das 12h00 às 24h00

publicado por Ventura | Sexta-feira, 03 Abril , 2009, 00:01

Recentemente inaugurado, o Auditório Municipal de Olhão, vai receber a estreia nacional de "Saia Curta e Consequência", nos dias 17 e 18 de Abril, às 21:30h, e a 19 de Abril, às 16h.

Esta peça, co-produzida pela Câmara Municipal de Olhão e pela Décima Colina, conta com a participação de Cláudia Vieira, Luís Gaspar e Paulo Matos. A encenação cabe a Paulo Matos e os figurinos a José António Tenente.


publicado por Ventura | Segunda-feira, 16 Março , 2009, 15:48

 4 - 0

Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão

Assistência: Cerca de 5.000 espectadores

Árbitro: Pedro Proença 

S.C.Olhanense: Bruno Veríssimo, João Gonçalves (Bruno Mestre, 63'), Marco  Couto, Anselmo, Stéphane, Rui Baião (Guga, 69'), Castro, Messi, Ukra, Djalmir  e Toy (João Paulo, 71'). 

Portimonense S.C.: Alê, Ricardo Pessoa, Leo Tambussi, Heslley, Anilton,  Nuno Coelho, Diogo (Henrique, 70'), Narcisse, Vasco Matos (Nilson, 86'), Gonzalo (Raphael Freitas, 26') e Hugo Santos.      

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Vasco Matos (45') e Messi (54').  Cartão vermelho directo para Leo Tambussi (4').

 

Espectáculo!!!

É a única palavra que consigo arranjar para descrever o jogo de ontem! O S.C.Olhanense justificou ontem o porquê de ser o orgulho do Algarve.
Com esta goleada ao Portimonense S.C. por quatro bolas a zero, o clube de Olhão manteve a primeira posição da Liga Vitális, á 22ª jornada.
Perante uma casa cheia de adeptos (mais de 5000 adeptos) e perante uma "invasão" barlaventista, o artilheiro-mor/imperador do S.C.Olhanense, Djalmir, marcou um belo hat-trick, dando uma vitória em casa do dérbi que fugia á três épocas.
Foi logo aos 4' de jogo, que ficou visível o destino que o jogo teria. Messi isola Djalmir, e este acaba por ser carregado em falta na grande área por Tambussi. Com a expulsão de jogador e com o golo marcado de grande penalidade, o S.C.Olhanense impôs logo de início o seu domínio.
Aos 23', o resultado voltou a dilatar-se, novamente por Djalmir, de cabeça, ao finalizar uma jogada de génio de Ukra pela direita.
Já com uma vantagem algo segura, o jogo acalmou, mas a eficácia da equipa comandada pelo mister Jorge Costa falou mais alto. Djalmir, novamente, a marcar de recarga, após um bom remate de Messi e uma defesa incompleta de Alê, e a fazer assim o seu hat-trick.
O resultado não se alterou até ao fim da primeira parte.
Na segunda parte, o S.C.Olhanense geriu o resultado controlando as efémeras tentativas do Portimonense S.C. de chegar á baliza. Mesmo ao ritmo que se jogou, coube á equipa da casa as melhores ocasiões de golo, por Toy (53') e João Paulo (80', 85' e 92').

Mas o jogo não acabou sem o glorioso dar a sua machadada final ao seu rival pelos pés de João Paulo. O avançado brasileiro marcou, já nos descontos (93'), após um centro de Bruno Mestre.
Com este resultado, o Portimonense S.C. mantém a 13ª posição, aproximando-se assim das posições do fundo da tabela, e o S.C.Olhanense abre cada vez mais as portas a uma subida ao escalão principal do futebol nacional.

Deixo já de seguida o vídeo dos golos do dérbi:

 


publicado por Ventura | Sábado, 14 Março , 2009, 13:24

Amanhã vai-se realizar, pelas 11:15h, no Estádio José Arcanjo, o jogo entre o

S.C.Olhanense e o Portimonense S.C.

Apelamos a todos os olhanenses (sócios e não sócios) que compareçam no jogo para apoiarmos o grande clube da nossa terra.


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Março 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
links
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds